Carregando...
Midiacon News
www.MIDIACON.com.br
Busque por Notícias
Midiacon - Sua mídia conectada
Terça-feira
13 de novembro de 2018
6 de novembro de 2018 - 14:41 Bolsonaro promete que não haverá contingenciamento para Forças Armadas
Bolsonaro promete que não haverá contingenciamento para Forças Armadas

Foto divulgação Clique para ampliar a imagem

Publicidade

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse hoje (6), na porta do Ministério da Defesa, que não haverá contingenciamento de recursos para as Forças Armadas. Perguntado, ele disse que essa definição caberá ao futuro ministro da Economia, Paulo Guedes. "Paulo Guedes disse que não . Nada mais justo. É um reconhecimento às Forças Armadas, mas é Paulo Guedes quem manda na economia", afirmou Bolsonaro antes de participar de um almoço com o ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna.

O presidente eleito disse ainda que espera concluir a composição dos ministérios até o fim do mês.

Ao chegar para reunião com o comandante da Marinha, Almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira, Bolsonaro disse que as Forças Armadas terão destaque em seu governo e nunca deveriam ter deixado de ter prestígio e importância. "As Forças Armadas são as guardiãs da nossa Constituição. As Forças Armadas ocuparão lugar de destaque e voltarão a fazer parte da mesa ministerial, mesmo na informalidade se for o caso", disse.

Transição
Parte da equipe que conduzirá a transição de governo chegou a Brasília, junto com Bolsonaro, em um avião da Força Aérea. Os trabalhos começaram oficialmente na segunda-feira, mas devem ser intensificaados a partir de hoje. Uma das principais preocupações é com relação à reforma da Previdência.

Integrantes do governo Temer e da equipe de Bolsonaro querem estudar o que é possível aprovar ainda este ano. "Gostaríamos que saísse alguma coisa. Não é o que queremos, mas aquilo que é possível aprovar na Câmara e no Senado", disse Bolsonaro antes de entrar para o almoço.

O gabinete de transição está funcionando no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sob forte esquema de segurança, reforçado pela Força Nacional.

Para hoje à tarde, Bolsonaro tem reuniões com os comandantes da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira, e do Exército, general Eduardo Villas Bôas.

Para amanhã (7) está previsto café da manhã com o comandante da Aeronáutica, o brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato. Haverá ainda encontro com os presidentes do STF, Dias Toffoli, e do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha.

China
Na tarde de hoje, Bolsonaro relatou o encontro que teve ontem (5) com o embaixador na China no Brasil, Li Jinzhang. "Vamos ampliar nosso comércio, reafirmei que não teremos qualquer comércio com viés ideológico. Não é direita nem esquerda. Economia do Brasil que interessa e o embaixador no meu entender saiu muito bem impressionado com o que aconteceu lá em casa no dia de ontem", disse.



Fonte: Agência Brasil
© Copyright 2006 - Midiacon - Todos os direitos reservados
info@midiacon.com.br - Tel.: +55 11 3796 2965
Desenvolvimento mastermedia