Carregando...
Midiacon News
www.MIDIACON.com.br
Busque por Notícias
Midiacon - Sua mídia conectada
Sexta-feira
24 de janeiro de 2020
26 de novembro de 2019 - 8:54 Aplicativo criado por alunos de engenharia da USP beneficia gestantes
Aplicativo criado por alunos de engenharia da USP beneficia gestantes

Foto de divulgação Clique para ampliar a imagem

Publicidade

Software foi desenvolvido por membros de empresa júnior da Poli para atender laboratório do Estado de Goiás

A empresa júnior da Escola Politécnica (Poli) da USP, em São Paulo, recebeu um desafio: desenvolver um aplicativo para facilitar o acesso de mulheres gestantes que utilizam o sistema público de saúde do Estado de Goiás aos resultados de seus exames. A solução apresentada foi o Teste da Mamãe.

A missão foi proposta pelo Instituto de Diagnóstico e Prevenção (IDP) da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Goiânia, em parceria com o governo de Goiás, para fazer parte do programa também intitulado Teste da Mamãe. O programa busca melhorar a qualidade da assistência pré-natal, permitindo a triagem de doenças que podem ser transmitidas da gestante para o feto, como sífilis, HIV e toxoplasmose.

O software desenvolvido pela Poli Júnior foi pensado para reduzir o tempo na entrega de exames, mas, além disso, o aplicativo oferece outros elementos: um calendário no qual é possível anotar características de humor, peso e outras informações relativas ao período gestacional, um espaço para resolução de perguntas frequentes, e um chatbot, bate-papo virtual com um robô que tira dúvidas.

A usuária relata ao aplicativo informações como "estou sentindo dor nas costas" e o chatbot responde dando instruções sobre o que pode significar e o que pode ser feito. No caso desse exemplo, o robô lembra que a coluna vertebral fica sobrecarregada durante a gravidez e perguntaa se a dor é muito forte, indicando a procura de um médico caso ela seja persistente.

Pedro Maronezi, estudante de Engenharia Elétrica e líder de projetos na Poli Júnior, conta que o aplicativo foi desenvolvido utilizando ferramentas como a inteligência artificial, empregada no programa de conversação entre as usuárias do aplicativo e o robô que responde às dúvidas. "Foi a primeira vez que a empresa júnior utilizou esse artifício. Então como resultado final, pudemos entregar o pedido do cliente e também um passo a passo de como utilizar essas ferramentas nos próximos projetos."

Já são mais de 50 mil gestantes cadastradas no Teste da Mamãe. No momento, o aplicativo funciona apenas em Goiás, mas a expectativa é que o projeto alcance nível nacional.

Sobre a Poli Júnior
Na busca de desenvolver o espírito empreendedor e de liderança dos estudantes, a USP possui diversas empresas juniores. São empresas sem fins lucrativos, criadas e geridas por estudantes da graduação. A Poli Júnior faz parte desse movimento, sendo administrada por alunos de engenharia da Escola Politécnica desde 1989.

Projetos arquitetônicos, desenvolvimento de aplicativos e reestruturação de layout de fábricas são exemplos dos serviços oferecidos. Podem ser contratados por empresas e pessoas físicas.

É possível entrar em contato com a Poli Júnior por meio do telefone (11) 3091-5477 e e-mail contato@polijunior.com.br. Para mais informações, acesse o site>.

Reportagem e texto: Crisley Santana



Fonte: Redação
© Copyright 2006 - Midiacon - Todos os direitos reservados
info@midiacon.com.br - Tel.: +55 11 3796 2965
Desenvolvimento mastermedia