Carregando...
Midiacon News
www.MIDIACON.com.br
Busque por Notícias
Midiacon - Sua mídia conectada
Sexta-feira
21 de setembro de 2018
11 de abril de 2018 - 16:27 Justiça autoriza Pedro Barusco a retirar tornozeleira eletrônica
Justiça autoriza Pedro Barusco a retirar tornozeleira eletrônica

Portal G1 Clique para ampliar a imagem

Publicidade

Progressão de regime foi determinada na terça-feira (10); ex-gerente da Petrobrás foi condenado na operação Lava Jato por lavagem de dinheiro, associação criminosa e corrupção.

A Justiça Federal autorizou o ex-gerente da Petrobrás Pedro Barusco a retirar tornozeleira eletrônica. A retirada do equipamento, com a progressão do regime, foi autorizada na terça-feira (10).

Barusco foi condenado a 15 anos de prisão na Operação Lava Jato por lavagem de dinheiro, associação criminosa e corrupção. Ele foi um dos primeiros delatores da operação.

Do total da condenação, o ex-gerente passou dois anos em "regime aberto diferenciado", sendo monitorado por tornozeleira e prestou serviços comunitários. Ele devolveu US$ 97 milhões aos cofres da Petrobrás, como determinado no acordo de delação.

Conforme a determinação da 12ª Vara Federal de Curitiba, a retirada do equipamento foi definida "tendo em vista o preenchimento do requisito objetivo temporal e o colaborador ter cumprido integralmente as obrigações assumidas no acordo de delação".

A decisão informa que ele deve entregar o equipamento na Secretaria da 12ª Vara Federal de Curitiba ou por meio dos Correios, "informando ao Juízo, de qualquer forma, a opção escolhida" em um prazo de até 10 dias.

Segundo a Justiça, a partir de agora, o ex-gerente deve cumprir mais 13 anos de pena, em que terá que apresentar relatórios a cada seis meses sobre quais atividades está desenvolvendo e informar se realizou viagens internacionais.




Fonte: Portal G1




© Copyright 2006 - Midiacon - Todos os direitos reservados
info@midiacon.com.br - Tel.: +55 11 3796 2965
Desenvolvimento mastermedia