Carregando...
Midiacon News
www.MIDIACON.com.br
Busque por Notícias
Midiacon - Sua mídia conectada
Quinta-feira
29 de junho de 2017
7 de março de 2017 - 15:27 Após ser barrado no Maracanã, Crea estuda pedir adiamento de jogo do Flamengo
Após ser barrado no Maracanã, Crea estuda pedir adiamento de jogo do Flamengo

Agência Brasil Clique para ampliar a imagem

Publicidade

A equipe do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ) que iria fazer uma vistoria no Estádio do Maracanã na manhã de hoje (7), a pedido do Ministério Público estadual e da Federação de Futebol do Estado do Rio, foi barrada na entrada e não pôde fazer a inspeção.

O Crea-RJ informou que será feito um boletim de ocorrência e que pretende entrar na Justiça com um pedido de cancelamento da partida entre Flamengo e San Lorenzo, da Argentina, na noite desta quarta-feira (8), pela Copa Libertadores da América.

O objetivo da vistoria era verificar a parte de prevenção contra pânico e incêndio, irrigação do campo, recomposição da lona da cobertura, serviço de recolocação das cadeiras, elevadores, climatização de ar-condicionado, exaustão, instalação de gás e instalações elétricas, entre outros itens que envolvem segurança.

Nessa segunda-feira (6), a arena foi vistoriada pelo Corpo de Bombeiros que avaliou itens relacionados à prevenção de incêndio e à segurança. A corporação não constatou nenhum risco iminente para o público e liberou o estádio para o jogo.

A partida também já foi autorizada pela Polícia Militar: o Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe) avaliou o Maracanã na sexta-feira (3) e aprovou itens como área para os torcedores visitantes e sistema de monitoramento do estádio.

O Flamengo alega que não foi comunicado da vistoria. Segundo o clube, a Odebrecht, que é responsável pela administração do Complexo do Maracanã, foi procurada pelo Crea para uma reunião, mas também não foi informada da vistoria no estádio. O Flamengo destaca que, para a realização das partidas, a segurança é garantida pelo Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe) e Corpo de Bombeiros. Além disso, o clube argumenta que nunca foi exigido laudo do Crea para as operações de jogos.

A Agência Brasil entrou em contato com a concessionária que administra o Maracanã e aguarda seu posicionamento.

Complexo do Maracanã

A utilização do Maracanã na partida desta quarta-feira só será possível porque o Flamengo entrou em acordo com a concessionária que administra o estádio e arcou com as despesas necessárias para deixar a arena em condições de uso. O Complexo do Maracanã não é utilizado regularmente desde o fim dos Jogos Paralímpicos, em setembro do ano passado. A última partida oficial no estádio foi realizada em 27 de novembro entre Flamengo e Santos pelo Campeonato Brasileiro.

O complexo esportivo está fechado e sofre com a falta de manutenção. Em liminar concedida ao estado do Rio, em janeiro, a Justiça determinou que o Complexo do Maracanã assumisse os estádios. A empresa recorreu, mas não conseguiu derrubar a decisão.

Fonte: Agência Brasil
© Copyright 2006 - Midiacon - Todos os direitos reservados
info@midiacon.com.br - Tel.: +55 11 3796 2965
Desenvolvimento mastermedia