Carregando...
Midiacon News
www.MIDIACON.com.br
Busque por Notícias
Midiacon - Sua mídia conectada
Quinta-feira
2 de abril de 2020
4 de fevereiro de 2020 - 10:15 Ex-bombeira diz que foi demitida por "sensualizar" em fotos na web
Ex-bombeira diz que foi demitida por "sensualizar" em fotos na web

Reprodução Clique para ampliar a imagem

Publicidade

Presley Pritchard é uma bombeira norte-americana que, no Instagram, também atua como influenciadora fitness. Ela trabalhava como paramédica na Evergreen Fire Rescue, em Montana, nos Estados Unidos, quando foi demitida após ser advertidas algumas vezes por 'sensualizar' em seus posts.

A blogueira de 27 anos costuma compartilhar sua rotina de treinos com os mais de 140 mil seguidores e faz muito sucesso com as postagens em seu perfil.

Em 2018, um membro do conselho recebeu um e-mail de um "contribuinte preocupado", que dizia que Pritchard estava exagerando na sensualidade na internet. A bombeira chegou a participar de uma reunião para dar explicações, mas, depois disso, pediu permissão para fazer um ensaio fotográfico para comercializar camisetas com os dizeres "Combata o fogo como uma garota!" .

A permissão foi concedida, contanto que ela não usasse o logotipo da corporação. Depois de fazer as fotos, Pritchard recebeu uma carta disciplinar que alegava que ela havia violado duas políticas, que incluíam uma conduta que depreciava o departameno e o uso das instalações da Evergreen para ganho pessoal.

Ela recebeu um aviso prévio de cinco dias: se não apagasse as fotos, seria demitida. No entanto, a bombeira contatou um advogado e decidiu que não removeria as fotos, já que o departamento não tinha uma "política padrão de mídia social".

Algum tempo depois, a paramédica precisou se afastar do trabalho para se submeter a uma cirurgia. Quando retornou da licença, foi demitida.

Atualmente, ela busca na justiça uma compensação por salários perdidos, tempo e estresse emocional que a levaram a procurar tratamento médico.

"Vários funcionários do departamento têm fotos de si mesmos de uniforme, em frente a caminhões de bombeiros e no departamento, em suas contas de mídia social", disse Pritchard na queixa.

"É importante ressaltar que o Departamento de Bombeiros da Evergreen não possui uma política de mídia social. Eu fui escorraçada devido minha aparência e minhas roupas de academia".

Pritchard agora está esperando que o Estado investigue o caso, que pode terminar em um tribunal, se uma das partes não concordar com o resultado.



Fonte: R7.com
© Copyright 2006 - Midiacon - Todos os direitos reservados
info@midiacon.com.br - Tel.: +55 11 3796 2965
Desenvolvimento mastermedia