Chief Compliance Officer é o profissional essencial para monitorar riscos nas empresas

0 32

Com a atenção crescente das empresas à necessidade de estar em conformidade com a legislação nos últimos anos, a carreira como profissional de compliance tem conquistado destaque no mercado de trabalho. As perspectivas positivas de empregabilidade e salário bem acima da média nacional tornam o cargo de Chief Compliance Officer (CCO) um dos mais atrativos na área.

Em português, o CCO é o equivalente a diretor de compliance. Trata-se de um cargo executivo, com uma posição estratégica nas organizações, responsável por avaliar, controlar e monitorar os riscos de não conformidade. Para isso, o profissional que assume o posto deve conhecer a legislação e as regulamentações que abrangem o negócio e, assim, criar e estabelecer políticas de compliance que deverão ser seguidas por todos os funcionários.

No Brasil, a média salarial para o cargo é de R$ 15.807,11, segundo levantamento realizado pelo portal Salário, com base no cruzamento de dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), eSocial e Empregador Web. As informações foram coletadas no período entre fevereiro de 2022 e janeiro de 2023.

O valor do salário médio de um diretor de compliance é bem superior à média nacional, estimada em R$ 2.787 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e ao salário mínimo, fixado no país em R$ 1.302, em janeiro deste ano.

Responsabilidades, rotina de trabalho e habilidades

A principal responsabilidade do diretor de compliance é assegurar a conformidade regulatória da organização. Na prática, isso significa mitigar os riscos de descumprimento de leis e diretrizes dos órgãos regulatórios, reduzindo as chances de sanções que possam trazer prejuízo financeiro e imaterial.

De acordo com informações do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), desde 2014, quando entrou em vigor no Brasil a Lei Anticorrupção (Lei nº 12.846/2013), o compliance vem ganhando notoriedade dentro das organizações públicas e privadas.

Neste contexto, tem sido percebida a necessidade de profissionais que atuam na área. Dependendo do porte ou do setor de atividade, o trabalho deve ser desenvolvido por uma equipe e contar com a presença de uma liderança.

Entre as atribuições do diretor de compliance estão avaliar os riscos, desenvolver e implantar um programa de conformidade para a organização, treinar a equipe para o cumprimento das regras corporativas e acompanhar as investigações sobre as informações recebidas através do canal de denúncias.

A rotina de trabalho também inclui reuniões com o conselho de administração e as lideranças de cada setor para o repasse de informações e o monitoramento do trabalho realizado.

Formação e perfil profissional

O cargo de diretor de compliance é ocupado por profissionais com formação superior e experiência na área. Pela necessidade de conhecimento da legislação, muitas vezes, os profissionais são formados em Direito, mas não há obrigatoriedade sobre isso.

Diferentes instituições de ensino oferecem cursos para a capacitação de quem tem interesse em se tornar um profissional na área. De acordo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), a pós-graduação em compliance é destinada para graduados em Administração, Contabilidade, Direito, Economia e outras áreas afins, que tenham ou não experiência no mercado.

Segundo o levantamento do portal Salário, o perfil mais comum de profissionais que ocupam o cargo de diretor de compliance é de mulheres com idade média de 31 anos e experiência nas áreas de consultoria e gestão empresarial. 

Entre as habilidades exigidas de um diretor de compliance estão o planejamento e a organização para a criação do programa corporativo. Também é necessário ter uma boa comunicação e facilidade para lidar com pessoas, afinal, o cargo exige a participação em reuniões, treinamentos e um contato direto com a equipe. Liderança, pró-atividade e disciplina também são competências necessárias.

Oportunidades no mercado de trabalho

A ampliação do debate sobre compliance nas organizações tem contribuído para a demanda por profissionais da área no mercado de trabalho, o que inclui desde cargos que não exigem experiência até a liderança.

A cidade de São Paulo é o lugar onde há o maior índice de contratação para o cargo de diretor de compliance, segundo o levantamento do portal Salário. Na capital paulista, a remuneração do diretor de compliance pode chegar a R$ 30.630,45 mensais para uma jornada de trabalho de 44 horas semanais. 

Entre os setores que mais abrem oportunidades de emprego estão os planos de saúde, as empresas que atuam com desenvolvimento e licenciamento de softwares customizáveis, bancos e organizações que trabalham com a locação de mão de obra temporária.

Não perca tempo procurando as melhores informações. Assine a nossa newsletter e tenha tudo reunido em um só lugar!
Você merece estar por dentro de tudo o que acontece! Inscreva-se agora e receba as últimas notícias, atualizações e ofertas especiais em primeira mão, diretamente em sua caixa de entrada
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, assine agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar consulte Mais informação