Vestibular Unicamp 2024: Inscrições, Datas e Procedimentos

0 27

O processo seletivo para o vestibular Unicamp 2024 está chegando e é importante que os estudantes estejam preparados. O G1 reuniu informações relevantes sobre o processo seletivo, como as principais datas, locais de prova, distribuição de questões, mudanças nos temas abordados, obras obrigatórias e cursos mais concorridos.

Os estudantes interessados em participar do processo seletivo devem estar atentos ao edital e manual do ingresso. É importante lembrar que o vestibular Unicamp 2024 é uma das principais formas de ingresso para o ensino médio na universidade e, por isso, é necessário se preparar para garantir um bom desempenho no processo seletivo.

Calendário

As datas do Vestibular Unicamp 2024 são as seguintes:

  • 29 de outubro: prova da 1ª fase;
  • 3 e 4 de dezembro: provas da 2ª fase;
  • 7 a 9 de dezembro: provas de habilidades específicas;
  • Janeiro: previsão da primeira chamada.

As inscrições e pagamento da taxa de inscrição serão abertos em 31 de julho de 2023 e encerrados em 31 de agosto de 2023. Isenções da taxa de inscrição poderão ser solicitadas em período a ser divulgado.

Aplicação das provas

A 1ª fase do vestibular da Unicamp acontece em 31 cidades de São Paulo, além de Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR), Fortaleza (CE) e Salvador (BA). No entanto, o município de Santa Bárbara d’Oeste (SP) não receberá mais a prova, que será realizada em Americana (SP). As provas de habilidades específicas serão aplicadas em Campinas, Piracicaba e Limeira. Os convocados para a 2ª fase realizarão as provas em Campinas.

Distribuição de questões

O Vestibular Unicamp 2024 manteve o total de 72 questões de múltipla escolha na primeira fase. No entanto, a partir desta edição, os candidatos precisam responder seis questões de sociologia e filosofia, que foram separadas das questões de história e geografia. Além disso, houve reduções nas perguntas de inglês, química, física e biologia. O primeiro dia da segunda fase permaneceu inalterado na distribuição de questões.

No segundo dia da segunda fase, a Unicamp reduziu o total de questões de matemática para candidatos em cursos das áreas de biológicas e saúde, e em humanas e artes. Além disso, filosofia e sociologia passaram a ser cobradas separadamente para candidatos em cursos de humanas e artes.

Essas mudanças foram implementadas pela comissão organizadora do vestibular Unicamp com o objetivo de tornar a prova mais equilibrada e justa para todos os candidatos.

Mudanças

Em março, a Unicamp anunciou mudanças significativas no processo seletivo para o vestibular 2024. A principal mudança é a ampliação do número de questões de humanas na primeira fase e a redução das perguntas de matemática para candidatos aos cursos de humanas/artes e biológicas/saúde na etapa posterior. Essa mudança foi feita para equilibrar as questões de humanas e ciências da natureza na primeira fase.

Segundo o diretor da Comvest, José Alves de Freitas Neto, a exigência da prova é a respeito da leitura de enunciados, textos e apreensão de conceitos. Tudo de uma forma bastante contextualizada, mas não há uma exigência e não será cobrada uma questão relacionada à tradição da história da filosofia.

A avaliação inicial da Comvest é de que, com a mudança na composição da prova de primeira fase, o exame seja considerado mais fácil e, com isso, haja elevação das notas de corte. Isso ocorre porque a maior facilidade dos candidatos com ciências humanas tende a dizer que a prova ficará um pouquinho mais fácil.

Além disso, a segunda fase do vestibular também terá mudanças. A Comvest decidiu reduzir as perguntas de matemática para candidatos aos cursos de humanas/artes e biológicas/saúde na etapa posterior. A ideia é que a prova seja mais específica para os cursos e, portanto, mais justa.

Em resumo, as mudanças no vestibular Unicamp 2024 foram feitas para equilibrar as questões de humanas e ciências da natureza, tornando a prova mais justa e específica para os cursos.

Obras obrigatórias

A Unicamp reduziu o número de obras com leitura obrigatória para o Vestibular 2024 de 10 para 9. As obras incluem “A Tarde” de Olavo Bilac, “Olhos d’Água” de Conceição Evaristo, “Carta de Achamento a el-rei D. Manuel” de Pero Vaz de Caminha, “Casa Velha” de Machado de Assis, “O Ateneu” de Raul Pompeia, “Niketche – uma História de Poligamia” de Paulina Chiziane, o conto “Seminário dos Ratos” de Lygia Fagundes Telles, “Canções escolhidas” de Cartola, e “Alice no País das Maravilhas” de Lewis Carrol.

Cursos mais concorridos

No vestibular 2024 da Unicamp, os cursos mais concorridos foram Medicina, Arquitetura e Urbanismo e Ciência da Computação, com 295, 88 e 82 candidatos por vaga, respectivamente. A relação candidatos-vaga na edição 2024 passou de 24,3 para 25,5, segundo a Comvest.

Além disso, o vestibular registrou aumento no número de inscritos pretos e pardos, de escola pública e optantes por cotas étnico-raciais e vagas olímpicas.

Medicina manteve sua posição de curso mais concorrido, com 25.387 inscritos e relação candidatos-vaga de 295, um aumento de 114 interessados em relação ao ano anterior. Arquitetura e Urbanismo teve 88 candidatos por vaga, enquanto Ciência da Computação registrou 82 candidatos por vaga. Outros cursos populares incluem Ciências Biológicas, Engenharia da Computação, Comunicação Social – Midialogia, Farmácia, História, Ciências Econômicas e Enfermagem.

Não perca tempo procurando as melhores informações. Assine a nossa newsletter e tenha tudo reunido em um só lugar!
Você merece estar por dentro de tudo o que acontece! Inscreva-se agora e receba as últimas notícias, atualizações e ofertas especiais em primeira mão, diretamente em sua caixa de entrada
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, assine agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar consulte Mais informação