Em busca do equilíbrio: mulheres enfrentam desafios diários para conciliar trabalho, casa e família

0 45

No Brasil, as mulheres enfrentam uma rotina exaustiva, dedicando em média 21 horas semanais para tarefas não remuneradas, como cuidados com filhos e outras responsabilidades domésticas. Essa realidade afeta não apenas a saúde física, mas também a saúde mental das mulheres, muitas vezes levando a sintomas como dores de cabeça, insônia, ansiedade e depressão. A sobrecarga de tarefas gera exaustão e, em casos extremos, pode desencadear o chamado “burnout”, um distúrbio relacionado ao esgotamento profissional e emocional.

Além do desgaste físico e emocional, muitas mães e responsáveis ainda sofrem com a falta de reconhecimento e valorização social de seu trabalho. Encarregadas de cuidar dos filhos, da casa e, em muitos casos, também exercendo atividades profissionais, as mulheres se veem sobrecarregadas, mas ainda assim, precisam lidar com o desdém e deboche de algumas pessoas em relação ao seu esforço. Este panorama demanda a atenção de especialistas, familiares e da sociedade em geral para que se busquem soluções que ofereçam mais equilíbrio e qualidade de vida a essas mulheres.

Índice do Conteúdo

ENEM

No ENEM deste ano, a redação abordou a questão da invisibilidade do trabalho doméstico e de cuidado realizado pelas mulheres no Brasil. Esse assunto foi especialmente relevante para muitos estudantes, que trouxeram suas experiências e vivências familiares para analisar o tema.

A pesquisa “Esgotadas”, da ONG Think Olga, demonstra que quase metade das mulheres sofrem com ansiedade, depressão ou outros transtornos mentais, sendo que a sobrecarga de tarefas é um dos principais fatores relacionados a esses problemas emocionais. Para as mulheres negras e periféricas, a situação é ainda mais crítica, uma vez que elas têm menos acesso a recursos e aparatos estatais.

Alguns estudantes compartilharam suas percepções acerca do tema. João Paulo Lopes, por exemplo, ressaltou a importância de abordá-lo na redação do ENEM e mencionou a experiência de sua avó como empregada doméstica. Já Yuri Fernandes destacou a rotina da avó, que trabalha como cuidadora e ainda realiza tarefas domésticas em sua própria casa.

Outro estudante, Felippe Mattoso Rebecc, completou afirmando que o tema é importante e aponta para uma realidade que persiste na sociedade atual.

No contexto das tarefas domésticas, é fundamental dar ênfase à importância do trabalho doméstico e de cuidado, bem como à necessidade de discutir a divisão mais justa desses afazeres no ambiente familiar, visando aliviar a sobrecarga que incide principalmente sobre as mulheres.

Algumas das principais questões abordadas neste contexto incluem:

  • A invisibilidade do trabalho doméstico e de cuidado
  • A sobrecarga de tarefas domésticas para as mulheres
  • A liderança das mulheres no ambiente familiar
  • A importância de discutir a divisão das tarefas domésticas

Através da discussão e conscientização sobre esses assuntos, o ENEM propôs uma reflexão importante para os estudantes e a sociedade na totalidade.

Não perca tempo procurando as melhores informações. Assine a nossa newsletter e tenha tudo reunido em um só lugar!
Você merece estar por dentro de tudo o que acontece! Inscreva-se agora e receba as últimas notícias, atualizações e ofertas especiais em primeira mão, diretamente em sua caixa de entrada
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, assine agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar consulte Mais informação