Chá-mate tem cafeína? Entenda o Conteúdo e os Efeitos!

0 68

Chá-mate é uma bebida tradicional muito apreciada no Brasil, principalmente na região Sul, onde é consumida na forma de chimarrão. Embora muitas vezes associado a um estilo de vida saudável e a momentos de lazer e confraternização, o chá-mate gera curiosidade sobre seu teor de cafeína. De fato, essa infusão preparada a partir das folhas da erva-mate contém cafeína, também conhecida como mateína em sua forma presente na erva.

Além de ser um estimulante natural, o chá-mate também é valorizado por suas propriedades antioxidantes, minerais e vitaminas que podem contribuir para a saúde de diversas maneiras. Algumas pesquisas sugerem que a bebida pode auxiliar na redução do cansaço, no controle do colesterol e até mesmo auxiliar no processo de emagrecimento.

O teor de cafeína no chá pode variar de acordo com diversos fatores, incluindo a região de cultivo e o método de processamento das folhas. Embora não seja tão concentrado quanto o café, é importante que os consumidores estejam cientes dessa presença para moderar o consumo conforme suas sensibilidades ou recomendações médicas, particularmente para aqueles que possuem restrições em relação a estimulantes.

Composição e Propriedades do Chá Mate

Os especialistas da Sosache afirmam que o chá-mate é uma bebida rica em compostos bioativos, incluindo cafeína e uma variedade de antioxidantes, que lhe conferem um perfil nutricional bastante interessante.

Cafeína e Outros Estimulantes no Chá Mate

Este chá contém cafeína, conhecida por seu efeito estimulante sobre o sistema nervoso central. No chá-mate, a quantidade de cafeína varia normalmente entre 20 mg a 30 mg por cada 200ml, atuando no combate ao cansaço e na melhoria de concentração. Além da cafeína, a erva-mate contém outras metilxantinas como a teobromina, que também têm efeitos estimulantes, embora em menor intensidade.

Antioxidantes e Vitaminas

Os antioxidantes presentes no chá-mate provêm principalmente dos polifenóis e saponinas. Essas substâncias possuem um efeito protetor contra o stress oxidativo, contribuindo para a redução do risco de doenças crônicas. A erva-do-chá-mate é igualmente rica em vitaminas como a vitamina C e vitaminas do complexo B. Os minerais, como potássio e magnésio, são complementos à sua composição que auxiliam em diversos processos metabólicos do corpo.

Benefícios do Chá Mate para a Saúde

O chá-mate é reconhecido por suas propriedades que promovem a saúde, incluindo seu potencial antioxidante e a capacidade de influenciar positivamente o metabolismo. Rico em compostos bioativos, o chá-mate apresenta benefícios que auxiliam no combate a radicais livres e promovem o emagrecimento, além de outros efeitos favoráveis para a manutenção da saúde.

Efeitos Antioxidantes e na Digestão

Antioxidantes: A bebida é uma fonte rica de antioxidantes, que ajudam a neutralizar os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento celular e a ocorrência de algumas doenças. A presença de compostos fenólicos colabora na prevenção do estresse oxidativo, que pode levar a condições como diabete e problemas cardíacos.

Digestão: Além de seus efeitos antioxidantes, o chá-mate é associado à facilitação da digestão, devido à sua ação sobre o trato gastrointestinal, auxiliando na motilidade intestinal e prevenindo constipações.

Impacto no Metabolismo e Emagrecimento

Metabolismo: A bebida contém cafeína, uma substância conhecida por acelerar o metabolismo, o que pode aumentar o gasto energético do organismo e contribuir para a perda de peso. Ela também auxilia no processo de termogênese, onde o corpo queima calorias para produzir calor.

Emagrecimento: O efeito diurético do chá-mate auxílio na redução do inchaço corporal, enquanto a cafeína pode suprimir o apetite, duas características que tornam a ingestão desta bebida um complemento viável para dietas visando o emagrecimento. Entretanto, ressalta-se a importância de seu consumo associado a uma alimentação equilibrada e exercícios regulares.

Além de contribuir para redução do colesterol e fortalecimento do sistema imunológico, o chá-mate é uma fonte de energia, o que pode ser particularmente benéfico para melhorar o desempenho físico e mental ao longo do dia.

Preparo e Formas de Consumo

O Chá-mate pode ser preparado e consumido de diversas maneiras, cada uma com suas particularidades que influenciam no sabor e na concentração de cafeína. A forma de preparo pode alterar a presença desta substância estimulante nas xícaras servidas.

Variações Regionais do Chá Mate

No Brasil, o chimarrão é uma das variações regionais mais conhecidas, especialmente no Sul. Consiste numa infusão de erva-mate em água quente servida em uma cuia e sorvida por meio de uma bomba metálica. Seu preparo começa com a erva-mate disposta na cuia, seguida da adição de água não fervente, em temperatura próxima dos 70 °C a 80 °C.

Outra variação regional apreciada no Centro-Oeste e sul é o tereré, feito com água gelada ou mesmo suco de frutas cítricas. Ao invés de ser servido quente, ele é consumido frio, o que o torna perfeito para climas mais quentes.

Dicas de Consumo e Preparo

Para extrair o melhor da erva-mate, recomenda-se não usar água em ponto de ebulição, já que temperaturas muito altas podem amargar a bebida. Uma xícara da infusão pode ser feita adicionando-se de 15 a 20 gramas de erva para cada 500 ml de água.

O chá-mate pode ser consumido tanto quente quanto gelado, conforme a preferência. Quando servido gelado, pode-se adicionar limão, hortelã ou até mesmo frutas para um refresco saudável e estimulante. Já para quem busca praticidade, é possível encontrá-lo em versão de saquinhos para infusão ou em pó solúvel.

Precauções e Contraindicações

Antes de incluir o chá-mate na rotina alimentar, é essencial considerar potenciais efeitos colaterais e contraindicações. O consumo desse chá não é recomendado para todos, e o conhecimento das indicações é crucial para a saúde.

Efeitos Colaterais e Recomendações de Consumo

O chá-mate possui cafeína, o que pode levar a insônia e nervosismo em indivíduos sensíveis a esta substância. Recomenda-se que o consumo seja moderado e evitado em horas próximas ao horário de dormir. Pessoas com gastrite ou outras condições gástricas podem experimentar irritação do estômago devido à acidez do chá.

Além disso, a ansiedade pode ser exacerbada devido às propriedades estimulantes. Deve-se ter cautela principalmente entre aqueles que já possuem transtornos de ansiedade diagnosticados. A infusão deve ser feita corretamente, sem exceder a quantidade recomendada, que é geralmente uma colher de sopa de erva para cada xícara de água.

Há também contraindicações específicas; por exemplo, para grávidas, devido ao risco de alterações no ciclo gestacional e possíveis efeitos sobre o feto. A consulta a um profissional de saúde é aconselhada para mulheres grávidas ou que estejam tentando engravidar antes de incluir o chá-mate na dieta.

Não perca tempo procurando as melhores informações. Assine a nossa newsletter e tenha tudo reunido em um só lugar!
Você merece estar por dentro de tudo o que acontece! Inscreva-se agora e receba as últimas notícias, atualizações e ofertas especiais em primeira mão, diretamente em sua caixa de entrada
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, assine agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar consulte Mais informação